Submissão de Trabalhos

Para submeter trabalho é necessário inscrever-se na plataforma de submissão de trabalhos do evento no site  http://ocs.medicalizacao.org.br

 

Aprenda como fazer a submissão no Tutorial de Submissão!

 

Cronograma

Submissão: 01-05-2018 a 19-06-2018. Prorrogado até o dia 10/07/2018

Avaliação: em fluxo contínuo, até 08-07-2018. Prorrogado até o dia 20/07/2018 para os envios entre 19/06 a 10/07.

Prazo para recurso: dois dias após o parecer.

Evento: 08 a 11 de Agosto

 

 

  1. Normas Gerais:

1.1. O evento prevê apresentação de trabalhos nos seguintes formatos: pesquisas científicas; relatos de experiência; ensaios; e expressões artísticas. Todos serão avaliados por comissão composta por especialistas.

1.1.1. Pesquisas científicas: pesquisas e/ou atividades acadêmico-científicas concluídas ou em andamento. Ex.: produções em pós-graduação, iniciação científica, monitoria e trabalhos de conclusão de curso;

1.1.2. Relatos de experiência: experiências de práticas profissionais e/ou acadêmicas supervisionadas. Ex.: estágios, projetos de extensão e atuação profissional;

1.1.3. Ensaios: textos que promovam discussões críticas acerca de um tema específico sob o olhar pessoal do(a) autor(a), pautado(a) em suas vivências acadêmicas e/ou profissionais;

1.1.4. Expressões artísticas: trabalhos concebidos e apresentados em linguagens artísticas distintas, de claro teor comunicativo ou não, desde que promovam diálogo aberto, imediato ou posterior, com o público;

1.2. Cada trabalho deverá ser submetido em um dos eixos do Seminário, descritos abaixo:

I – Medicalização, Ciência, Ideologia e Interseccionalidade: Este eixo engloba pesquisas científicas, relatos de experiência ou expressões artísticas acerca das relações entre ciência e ideologia, tendo o fenômeno da medicalização da existência como figura ou expressão de uma lógica a serviço da captura de subjetividades. Em uma sociedade atravessada por várias formas de violência instituída, cabe nomeá-las no intuito de visibilizar o que acontece quando os marcadores de opressão (raça, classe, gênero, orientação sexual, deficiência, território e geração) são cruzados no tecido da vida social de indivíduos e grupos. Nesse sentido, a perspectiva interseccional se revela fundamental à análise da vida medicalizada e da relação ciência-ideologia.

II – Medicalização, Política e Movimentos Sociais: interfaces e interseccionalidades: Em que pesem os inúmeros obstáculos (im)postos à ação política atualmente, movimentos sociais que buscam pautar o fenômeno da medicalização como forma de resistência ao que se naturaliza na condição de estatuto de verdade seguem produzindo tensionamentos diversos. Neste eixo, buscamos aproximá-los do enfrentamento dos processos de medicalização da vida cotidiana em suas muitas facetas, englobando pesquisas científicas, relatos de experiência e/ou expressões artísticas acerca das relações entre medicalização, política e movimentos sociais em uma perspectiva interseccional e atenta à dimensão dos Direitos Humanos. Marcadores de opressão (raça, classe, gênero, orientação sexual, deficiência, território e geração) passam a figurar como foco de luta, imprimindo marcas no cenário político.

1.3. Os trabalhos deverão ser submetidos na página do evento, no link http://ocs.medicalizacao.org.br/

 

1.4 Nos trabalhos submetidos para avaliação não deverão constar identificação de autor(es) e/ou instituição de origem, garantindo o anonimato por ocasião da avaliação.

 

1.5. Cada trabalho poderá ter no máximo 03 autores(as).

 

1.6. Cada autor(a) poderá encaminhar para apreciação até dois trabalhos como autor(a) principal (não havendo limite para coautoria).

 

1.7. Os trabalhos podem ser escritos em português, espanhol ou inglês e devem se enquadrar nos objetivos e temáticas do evento, bem como respeitar as normas para elaboração de trabalhos descritas no item 2.

 

1.8 Os trabalhos submetidos nos formatos pesquisa científica e relato de experiência devem conter: Introdução, Objetivos, Metodologia, Resultados/Discussões, Conclusões.

1.9. Os trabalhos submetidos no formato ensaio devem conter: Introdução, Objetivos, Referencial teórico, Discussão e Considerações finais.

1.10. Os trabalhos submetidos no formato expressões artísticas devem conter: Título, Sinopse, Materiais utilizados no processo, Materiais utilizados para execução, Conclusões. (O custeio da apresentação artística ficará a encargo do proponente. Cabe a(o) autor(a) responsabilizar-se pelos materiais e condições para execução do trabalho, podendo o evento oferecer apenas computador e datashow.)

1.11 Todos os trabalhos aprovados e apresentados serão publicados nos Anais do Evento.

 

  1. Normas para elaboração dos trabalhos:

2.1 Resumo:

Deverá ser escrito em língua portuguesa, espanhola ou inglesa utilizando a fonte Arial – tamanho 12, de cor preta, espaço 1,5, com a extensão máxima de 2.500 caracteres com espaços, alinhamento justificado, com margens 2,5cm, em papel tamanho A4; título em letras maiúsculas, negrito e centralizado, com no máximo 15 palavras.

 

2.2 Trabalho completo:

2.2.1. Deverá ter entre 7 (sete) e 10 (dez) páginas, escrito em língua portuguesa, espanhola ou inglesa, título centralizado em letras maiúsculas e negrito, fonte Arial, tamanho 12, espaçamento entrelinhas de 1,5, alinhamento justificado, primeira linha do parágrafo com recuo de 1,25 cm, sem espaçamento entre parágrafos, margens 2,5 cm, em papel tamanho A4.

2.2.2. Deverá conter: resumo, palavras-chave e referências, além dos tópicos descritos nos itens 1.8, 1.9 ou 1.10, conforme o formato escolhido. O Resumo deve ter entre 250 e 350 palavras, em um único parágrafo justificado.

2.2.3. Citações e Referências deverão estar em conformidade com as normas da ABNT, no caso de submissão em língua portuguesa. No caso dos trabalhos em língua estrangeira, os mesmos devem seguir as normas acadêmicas vigentes no país de origem.

2.2.4. Poderá conter ilustrações, gráficos e tabelas com as fontes devidamente identificadas.

 

  1. Critérios de Avaliação dos trabalhos:

3.1 A Comissão fará a análise dos trabalhos completos e resumos tendo como base os seguintes critérios:Relação do trabalho com a crítica à medicalização;

a) Relevância/originalidade do tema;

b) Adequação às normas expressas no item 1;

c) Adequação teórico-metodológica aos objetivos propostos, quando pertinente;

d) Qualidade da discussão proposta.

 

4. Apresentação dos trabalhos aprovados:

4.1 Os trabalhos aceitos deverão ser apresentados em data/espaço/tempo a serem definidos pela Comissão Organizadora.

4.2 O evento disponibilizará computador e datashow para a apresentação de trabalhos. Qualquer outro equipamento necessário será de responsabilidade dos(as) autores(as).

4.3 Serão emitidos certificados de apresentação dos trabalhos, nos quais constarão o título e o(s) nome(s) dos autores cadastrados.

 

  1. Publicação dos trabalhos aprovados nos Anais do evento:

5.1 Os trabalhos apresentados devem ter seus arquivos finais com as contribuições das discussões do evento enviados em até 60 dias para a publicação nos anais.

5.2 Em todos os trabalhos, o(s) nome(s) do(as) autor(es/as) deve(m) constar logo abaixo do título, alinhado à direita, sublinhado o nome do(a) apresentador(a). Após o nome de cada autor(a), deve constar o nome e a sigla da Instituição de origem, se for o caso, bem como o e-mail para contato.